Procon Natal constata aumento de 8,42% na cesta básica no primeiro quadrimestre do ano

Procon Natal constata aumento de 8,42% na cesta básica no primeiro quadrimestre do ano
Foto: Alessandro Marques/Procon Natal

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon Natal, realizou pesquisa da cesta básica, no mês de abril em 25 estabelecimentos comerciais da capital e constatou que houve alta pelo quarto mês seguido, com um acumulado de 8,42%. O preço médio desse mês analisado foi de R$ 409,95; no mês anterior, o preço médio da cesta básica era de R$ 402,79, registrando uma variação entre um mês e outro de 1,75%, e isso representa um aumento no custo para o consumidor de R$ 7,16.

O Núcleo de pesquisa como sempre fez a comparação do custo em Reais da cesta básica, assim como a diferença e a variação entre os segmentos pesquisados para uma melhor orientação aos consumidores. O preço médio da cesta básica mais cara é de 426,90 nos hipermercados e supermercados em relação aos supermercados de bairro com preço de R$ 410,57, equivalente a uma variação de 3,98%, e uma diferença em Reais de R$ 16,33. Fazendo a mesma comparação com os atacarejos, a pesquisa encontrou um preço médio esse mês de R$ 391,70, então a variação é bem maior de 8,99% e a diferença em Reais é de R$ 35,20. Os maiores preços encontrados pela pesquisa da cesta básica foram de R$ 460,76, nos hipermercados e supermercados, R$ 439,22, nos supermercados de bairros e de R$ 414,13 nos atacarejos. Já os preços mais baratos de cesta básica encontrados pelos pesquisadores na mesma ordem foram: R$ 399,63; R$ 385,92 e R$ 378,45.

O Núcleo de pesquisa realizou nas quatro semanas do mês de abril, junto a oito hipermercados, seis atacarejos, como também 11 supermercados de bairro denominados de mercadinhos, contemplando assim as quatro zonas da cidade, e divulga em seu site: www.natal.rn.gov.br/procon/pesquisa, o resultado da cesta básica mais barata, variação de maior e menor preço, e os preços médios das categorias pesquisadas que são: mercearia, açougue, higiene/limpeza e hortifrúti, compondo assim os quarenta produtos pesquisados. Em posse desses dados o consumidor natalense pode buscar vantagem no melhor preço para comprar. 

Comportamento dos preços
A cesta básica no mês de abril teve variação positiva em relação ao mês de março de 1,75%, e em março a variação do mês foi de 2,13%. Dos 40 quarenta itens pesquisados nas quatro categorias que compõem a cesta básica, todas tiveram variação positiva.
Na categoria de mercearia, a variação foi de 4,44% em relação ao mês anterior, todos os produtos dessa categoria tiveram variação positiva, as maiores variações foram: feijão-carioca com 7,83%, farinha de mandioca com 6,10%, o macarrão com 5,95%, o pão francês com 5,55% e o óleo de soja com o maior percentual de 7,71%. O valor médio dessa categoria no mês foi de R$ 83,40, na primeira semana o valor médio foi de R$ 82,62 e na última semana a pesquisa encontrou o valor médio de R$ 84,31, variação de 2,04% durante o mês.

Na categoria de Açougue, a variação foi positiva em 0,45% no entanto dois produtos tiveram variação negativa a carne de primeira e carne de segunda de (-0,41%) e (-0,24) e mesmo com essa redução estão caros uma vez que o preço médio de R$ 48,69 e R$ 32,46, respectivamente, no mês anterior o preço médio desses produtos foi de R$ 42,89 e R$ 32,34. Já o frango congelado e ovos tiveram variação positiva de 3,19% e 4,13% respectivamente, esses produtos sofrem interferência do mercado internacional e no custo do mercado interno.

A categoria higiene e limpeza teve variação positiva de 2,11%, os produtos dessa categoria não possui tanta interferência na cesta básica apesar de fazer parte dos produtos que a compõe, em destaque com variação negativa de (-0,79%) o sabonete de 85 g com preço médio de R$ 2,24 e um destaque com variação positiva nessa categoria foi o sabão em pó com 500 g de 6,73% e um preço médio de R$ 3,57.

Por fim, a categoria de hortifrúti teve variação positiva de 3,14%, dos treze produtos três estão com variação negativa, em destaque o chuchu com (-22,14%) nesse mês o preço médio encontrado pela pesquisa foi de R$ 3,36 e no mês de março o preço médio desse produto foi de R$ 4,11. Com variação positiva os produtos em destaque dessa categoria foi: O tomate com variação 9,86% com o preço médio de R$ 8,57, a alface com 5,19% e um preço médio de R$ 2,31, o repolho com a maior variação encontrada nessa categoria de 12,65% e a laranja 6,08%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Kit Festa e Bolos é com a B&V
Oferta Bem Estar Farna
Internet de qualidade na Zona Oeste
Celular e Importados é na Couth Cell
Sua moto bem cuidada é aqui!