Emparn explica motivo da névoa registrada na manhã de hoje no RN

Foto: Reprodução

A combinação entre umidade acima de 80% com ventos fracos presentes na atmosfera favoreceram a formação de uma névoa úmida que mudou o cenário de diversos municípios da faixa litorânea do Rio Grande do Norte, na manhã desta segunda-feira (30).

O Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou umidade acima de 80% e ventos com baixa velocidade. “Umidade alta, acima de 80%, ventos fracos. A saturação dessa umidade, devido a diminuição da temperatura na madrugada/amanhecer dá origem a névoa úmida, tipo de nuvem baixa que não faz chuva”, explicou o chefe da unidade de Meteorologia, Gilmar Bristot.

O Sistema também registrou, durante o final de semana, a ocorrência de chuvas em todas as regiões do estado. Os maiores acumulados ocorreram em Jundiá com 73,8 milímetros (mm) (Agreste Potiguar), Maxaranguape 69 mm (Leste Potiguar), Jardim de Angicos 54,6 mm (Central Potiguar) e Jucurutu 44,2 mm (Oeste Potiguar).

Com relação as temperaturas, o sistema indica a tendência 22°C durante as madrugadas e a máxima em torno dos 30°C durante as tardes, no Litoral. Já no interior do estado, as máximas poderão chegar aos 34°C e mínimas devem variar entre 18°C a 22°C.

96 FM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Kit Festa e Bolos é com a B&V
Oferta Bem Estar Farna
Internet de qualidade na Zona Oeste
Celular e Importados é na Couth Cell
Sua moto bem cuidada é aqui!